Youtube é investigado por conteúdo impróprio ao público infantil

A Comissão Federal do Comércio (FCC) abriu investigação contra o Youtube nos Estados Unidos, depois  que o número de denúncias sobre a indicação de vídeos para o público infantil ao final de outros vídeos.

As reclamações aumentaram com após vídeos perturbadores terem driblado o bloqueio da plataforma e ser exibidos para crianças na versão kids do Youtube. Segundo o jornal americano Washigton Post a plataforma de vídeos chegou a cogitar uma revisão na quantidade de indicação de vídeos, depois que investigação foi iniciada.

A plataforma também é denunciada por “colaborar” com o publico que busca vídeos com objetivo de sexualizar crianças, gerando assim uma crise de imagem para o Youtube. Para minimizar a situação foram desativados os comentários para menores de idade e proibido conteúdo com crianças sem a presença de um adulto.

O QUE DEVE MUDAR?

De acordo com o Wall Street Journal, os proprietários da plataforma estão buscando migrar todo o conteúdo infantil para o Youtibe Kids, no entanto a mudança é considerada extremamente drástica.

O assessor do site disse apenas “Nós consideramos muitas ideias para melhorar o YouTube, e algumas se mantém apenas isso — ideias. Enquanto outras nós desenvolvemos e implementamos, como nossa política de menores fazendo lives ou a proibição de subir vídeos com conteúdo de ódio.”

Tanto o Youtube como a FCC não comentou oficialmente sobre a investigação.

No Brasil ainda é possível encontrar nas redes sociais e fóruns pais tentando bloquear o acesso aos conteúdos inapropriados para crianças, no entanto as ações ainda são pouco eficazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *