Crise faz despencar vagas temporárias na Páscoa

Crise faz despencar vagas temporárias de emprego na Páscoa

O comércio e a indústria oferecerão 55 mil vagas de trabalho temporário na Páscoa. Os números que parecem relevantes é na verdade 35% menor que oferecido no ano de 2015 para mesma ocasião.

A crise que atinge o Brasil  não afetou somente o emprego com carteira assinada, mas também as oportunidades que muitos trabalhadores encontram para um ganho extra ou até mesmo como principal fonte de renda.

Além da renda extra,  essas oportunidades podem gerar um posto de trabalho fixo, porém este ano a contratação é incerta, isto porque o atual cenário econômico não é favorável. Vale lembrar que,  ainda que a situação não seja das melhores é importante se destacar, pois está é uma forma tornar efetiva uma vaga temporária.

De acordo com Fenaserhtt (Federação Nacional de Sindicado de Empresas de Rrecursos Humanos e Trabalho Temporário e Terceirizado)  e o Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo),  em entrevista ao portal G1, o quadro de funcionário está  bastante reduzido e somente em períodos como a Páscoa esta  mão de obra é reposta, mas somente para atender a demanda de pedidos.

Segundo os contratantes, as perspectivas de contratação é de apenas 12%,  outros 63% apostam em um número reduzido de efetivação  e há ainda 25% que acreditam que ninguém será efetivado.

Como conseguir uma vaga

Das 55 mil vagas oferecidas 36 mil já foram preechidas isso porque  as industrias, responsáveis pela fabricação, ja realizaram boa parte da contratação, entre os meses de setembro e outubro. Mas se vocẽ não conseguiu se encaixar até o momento, pode tentar um vaga no comércio.

Cerca de 19 mil vagas deverão ser preenchidas no inicio deste mês. Como os produtos de Páscoa, estão chegando agora nos supermercados em nos comércios de alimento em geral, as oportunidades nesses setores iniciam um pouco mais tarde.

Os principais cargos são promotor de vendas, auxiliar de produção, estoquista auxiliar de cozinha, entregador, motorista e auxiliar de expedição. Estas vagas são encontradas na maioria na industria.

Para o comércio há chances para repositor, vendedor, auxiliar administrativo, balconista e degustador. Em ambos os setores, os requisitos são experiencia anterior, facilidade de trabalhar em equipe e com o público.

Na indústria a faixa salarial varia entre  R$ 1,000,00 e R$ 2.220,00, enquanto que no comércio a variação fica entre  R$ 1.000,00 e R$ 1.980.00.