Trump ganha mais simpatia da população para representar o Partido Republicano

Trump ganha mais simpatia da população

 

Donald Trump from – o Partido Republicano

Um dos candidatos à presidência em 2016 nos Estados Unidos é     Donald Trump    que recentemente ampliou sua vantagem a nível nacional na disputa interna do Partido Republicano à presidência. Uma pesquisa divulgada na semana passada pelo site político Morning Consult revelou que Trump conseguiu 44% do apoio referente a 710 eleitores republicanos que foram entrevistados.
Trata-se de um importante avanço nas pesquisas e representa um aumento significativo quando comparado à pesquisa anterior realizada na primeira semana de fevereiro, que era de 38% dos apoiadores. Outros candidatos à presidência pelo Partido Republicano são Ted Cruz, senador de origem cubana com apenas 17%, o neuro-cirurgião já aposentado Ben Carson com 10% do apoio da população e o senador Marco Rubio com cinco pontos a menos. Outros com menos chances no acirrado cenário é o ex-governador da Flórida Jeb Bush e o governador de Ohio chamado John Kasich com 4%.

Quem é Trump?

Trump é um magnata imobiliário norte-americano, empresário e investidor. É presidente do complexo The Trump Organization e fundador da Trum Enterntainment Resorts. Filho de Fred Trump, também empresário e bem sucedido. Por influência de seu pai construiu hotéis, campos de golfe e muitas outras propriedades que levam o seu nome. É uma figura conhecida no mercado de negócios. A sua empresa é responsável por milhares de casinos e hotéis ao redor do mundo. Se tornou uma figura reconhecida na mídia ao exibir seu reality show na NBC. Na religião, Trump se considera presbiteriano.

E os democratas?

A ex-primeira dama e secretária do estado Hilary Clinton é a favorita consensual e se destaca nas pesquisas, abrindo vantagens com relação com os outros candidatos e adversários democratas. Na última pesquisa pela consultoria, em que foram entrevistados 811 eleitores democratas, foi revelado que 46% dos resultados apoiam a secretária do estado contra 39% do senador Bernie Sanders.

Frases mais polêmicas de Trump

O bilionário conservador não tem papas na língua e se tornou conhecido na mídia e pela população pelas suas frases, muitas vezes, bombásticas e polêmicas que ganharam repercussão mundial. Muitas são as frases preconceituosas relacionadas a xenofobia, misoginia e racistas que reproduz em seus discursos. Abaixo estão algumas das frases mais marcantes:
Quando perguntado sobre o casamento entre pessoas do mesmo gênero, Trump emite um comentário homofóbico: “É como no golfe, um monte de gente está migrando para estes tacos longos, muito pouco atraentes. É estranho. Você vê estes grandes jogadores com estes tacos enormes…porque eles não podem tirar a bola da terra com um taco comum. Eu sou tradicionalista.”
Ao emitir uma opinião sobre o ataque terrorista ao jornal francês Charlie Hebdo em janeiro ele disse: “Se as pessoas que foram mortas em Paris tivessem armas, teriam tido alguma chance de se defenderem. Não é curioso que a tragédia que ocorreu em Paris tenha acontecido num dos países com um dos controles de armas mais restritos do mundo?”
Ao falar da vinda de imigrantes para seu país ele emite comentários xenofóbicos: “Quando o México manda seu povo para cá, manda pessoas que têm um monte de problemas e trazem estes problemas para nós. Eles trazem as drogas, trazem os crimes, são estupradores.”
Quando fala sobre impedir a entrada de imigrantes ele solta uma frase dessas: “Eu vou construir um grande muro e ninguém constrói muros melhor do que, acredite. E vou construí-los sem gastar. Construirei um muro na nossa fronteira no sul e mandarei a conta para o México pagar.”
Ele também polemiza ao dizer que o aquecimento global é uma invenção como forma de justificar o livre comércio e as ações anti-sustentáveis das empresas americanas: “O conceito de aquecimento global foi criado pelos chineses para as fábricas americanas não conseguirem competir.”
Em uma declaração sobre o problema dos refugiados da Síria ele comenta: “Só estou interessado na Líbia se nós ficarmos com o petróleo. Se não, não tenho interesse”. Também fala o que pode acontecer com a entrada de imigrantes sírios: “Isso pode ser um dos maiores golpes militares de todos os tempos, se os sírios enviarem pessoas para o nosso país, jovens, gente forte e eles se revelarem parte do Estado Islâmico.”
E aí, algum palpite sobre quem leva a corrida presidencial?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *