Aneel pode aumentar bandeiras tarifárias nas contas de luz

Presidente da Aneel afirma que uso de térmicas aumentaram custos; aumento pode ser votado nesta terça

 

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) discutirá nesta terça-feira (24) uma proposta para aumentar o valor das bandeiras tarifárias para as contas de luz do país.

 

A revisão dos valores, segundo o diretor da agência Tiago Correia, deve ocorrer devido a um déficit na arrecadação causado pelo aumento do uso das termelétricas, que são mais caras. Com a falta de chuvas e os reservatórios mais baixos, essas usinas têm sido mais usadas para suprir a demanda energética do país, causando um aumento nos gastos.

 

Atualmente, as bandeiras tarifárias possuem quatro níveis: verde (sem cobrança adicional), amarelo (com cobrança de R$ 2 a cada 100 kWh), vermelho 1 (com R$ 3 por cada 100 kWh) e vermelho 2 (R$ 3,50 a cada 100kWh).

 

Desde outubro, devido à falta de chuvas no país, está sendo cobrada a bandeira vermelho 2 dos brasileiros. A intenção da Aneel é reajustar os valores das bandeiras para as contas de luz.

 

Presidente da Aneel afirma que uso de térmicas aumentaram custos; aumento pode ser votado nesta terça

 

 

 

Segundo o diretor Tiago Correia, em apresentação na última sexta, a agência errou no começo do ano ao implantar os valores nas contas de luz. “A gente errou a mão. Não tem nenhuma vergonha em assumir o erro no começo do ano na hora de fixar os patamares”, explicou.

 

De acordo com o diretor, a proposta é que os níveis dos reservatórios sejam levados em conta na definição das bandeiras.

 

A intenção é que os aumentos sejam votados com urgência já em novembro. Não foram informados valores nem estimativas pela agência.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *