STF julgará pedido de liberdade de Lula no próximo dia 26

Edson Fachin, ministro do STF, liberou para julgamento o recurso protocolado pela defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, no qual pede a suspensão da condenação do petista.

O pedido de liberdade de Lula deve ser julgado pela Segunda Turma da Corte no próximo dia 26 de junho, de acordo com a orientação sugerido pelo ministro do STF Edson Fachin. Caso o julgamento seja favorável a defesa, Lula além de ter sua liberdade de volta também poderá concorrer ao pleito deste ano.[ads2]

A petição enviada pela defesa do ex-presidente ao Supremo, alega que a suspensão da condenação é causa urgente pois ele é pré-candidato à presidência da República. Com isso tem seus direitos perante a execução da condenação, pois a mesma não é definitiva.

Preso desde 07 de abril, após a determinação do juiz Sérgio Moro, Lula aparece em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto dos brasileiros.

A defesa argumentou que “Além de ver sua liberdade tolhida indevidamente, corre sério risco de ter, da mesma forma, seus direitos políticos cerceados, o que, em vista do processo eleitoral em curso, mostra-se gravíssimo e irreversível“.

Deixe uma resposta