Notícia que Jair Bolsonaro teve a prisão decretada por racismo é falsa

Prisão de Jair Bolsonaro decretado por racismo era só boatos.

Vídeos que circulam nas redes sociais com imagem dos apresentadores do Jornal Nacional é montagem

Notícia que Jair Bolsonaro teve a prisão decretada por racismo é falsa

O pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), tem sido o principal alvo de falsas notícias nas redes sociais, que tem feito seu nome se tornar ainda mais popular.

Mas o que tem circulado na internet e nos aplicativos de mensagens é um vídeo do Jornal Nacional noticiando que foi expedido mandado de prisão contra Jair Bolsonaro, por ter cometido crime de racismo.

O fato é que o vídeo no qual aparece o âncora William Bonner anunciando o mandada prisão contra Jair Bolsonaro trata-se de uma montagem. Algumas falhas perceptíveis como a mudança de voz de Bonner e a diferença das cores da gravata dentro da mesma reportagem.

De acordo com a revista Veja Online, a edição teria sido feita com trechos do telejornal que foi ao ar no dia 13 de abril, no qual a Procuradoria Geral da República denunciou o deputado ao STF (Supremo Tribunal Federal), pelo crime de racismo. O fato que ocorreu em abril de 2017, durante uma palestra no Clube Hebraica do Rio de Janeiro, no qual Bolsonaro

A acusação feito ao Supremo pede que o pré-candidato seja considerado culpado por duas incidências de racismo pelo discurso em que disse: que os quilombolas “não fazem nada, eu acho que nem pra procriador servem mais”.

A pena pedida é de três anos de prisão em regime fechado cada uma, mais multa por danos morais coletivos, no valor de R$ 40º mil A acusação pode ser aceita ou não pelo STF e somente após isso Bolsonaro será julgado.

 

Sem Lula; Bolsonaro lidera no primeiro turno

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *