MONOXIDO DE CARBONO – SAIBA COMO EVITAR OS RISCOS

Você com certeza já ouviu falar do Monóxido de Carbono, esse Gás apresentado como um grande Vilão nos dias de Hoje, não é mesmo?

Entendamos primeiramente o QUE É o Monóxido de Carbono:

Trata-se de um Gás ligeiramente Inflamável, inodoro e muito perigoso, devido a sua alta Toxicidade.

Esse Gás pode ser gerado de forma natural (Pela Própria Natureza), como no caso de atividades Vulcânicas, atividades Elétricas e outros tipos de Fenômenos Naturais.

Também pode ser produzido de Forma Artificial (Por Atividade Humana), onde se dá principalmente através da atividade industrial pela combustão incompleta, em condições de pouco oxigênio, com queima de lenha, carvão vegetal, querosene, gás óleo diesel, gasolina entre outros.

Podemos dizer que os maiores emissores de Monóxido de Carbono são os Sistemas de Aquecimento, Indústrias de queima de Tabaco e Biomassa, alem das Termoelétricas que utilizam Carvão Mineral ou Vegetal.

Atrelado a tudo isso, além de ser gerado através da Atividade Industrial, e ainda causado pela Atividade Humana, o Monóxido de Carbono também está presente de forma muito evidente nas Queimadas e também na emissão do Gás por veículos a combustão e também na fumaça de cigarros e derivados.

Como notamos aqui, são muitas fontes emissoras do Monóxido de Carbono, e nos dias de hoje é impossível não estarmos expostos aos riscos desse Gás, especialmente em grandes Áreas Urbanas e também Industriais.

Existe também o Agravante do desmatamento, pois as plantas funcionam como um filtro natural, transformando CO2 em Oxigênio através da Fotossíntese, e a conscientização nesse sentido ajudaria muito a aumentar a qualidade de Vida em nosso Planeta.

Mas, quais são os grandes Riscos da Exposição ao Monóxido de Carbono?

A exposição ao monóxido de carbono de forma direta pode gerar problemas Graves de saúde tanto nos seres humanos como em animais, com risco de envenenamento, cujos sintomas imediatos são tontura, fraqueza, náuseas, dor de cabeça e dor no peito.

Uma Exposição Prolongada e com alta Frequência da Emissão do Gás gera intoxicação, podendo gerar desmaios e até mesmo a morte.

Crianças, Idosos e Adultos com problemas Cardíacos são mais suscetíveis aos efeitos nocivos desse Gás, mas até mesmo pessoas saudáveis quando expostas por longo período a Ele podem desenvolver graves problemas neurológicos e cardíacos rapidamente.

Já a exposição inevitável no dia a dia a baixas concentrações, podem com o tempo gerar problemas respiratórios, e em alguns casos também fadiga, insônia e também doenças de ordem cardíaca e neurológica.

Sabendo de todos os riscos da exposição ao Monóxido de Carbono, é preciso tomar alguns cuidados para amenizar seus efeitos.

No caso de Funcionários de Empresas onde há uma exposição maior a esse Gás, é preciso seguir normas técnicas e de segurança, aliado ao uso de equipamentos específicos, e tudo isso vai gerar um ambiente de trabalho que ofereça menos riscos a Saúde.

Já no caso da exposição diária e inevitável que temos, acautelemo-nos para não se expor por longos períodos em locais onde há grande concentração de poluentes, procurando também manter a saúde em dia, consultando especialistas em casos de problemas respiratórios e outros sintomas referentes à exposição ao Monóxido de Carbono. Cuidar bem do meio Ambiente e procurar estar em lugares de Natureza Preservada quando possível também é uma receita saudável a Seguir