Governo recua e mantem horário de verão

Entendimento é de que mudança no horário de verão poderia causar mais desgaste ao Governo

 

Governo recua e mantem horário de verão

Foto: Gabriela Bilo/Estadão

 

 

 

 

 

 

O horário de verão será mantido neste ano. Após discussões sobre o possível fim do horário, o Governo recuou e irá mantê-lo para 2017.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, confirmou nesta segunda (25) que o horário será mantido. O Ministério afirmou que, para os próximos anos, será realizada uma pesquisa para seguir ou não com a medida.

[ads1]

desgaste

O recuo vem, entre outras justificativas, após uma análise do Palácio do Planalto de que a mudança poderia causar ainda mais desgaste ao Governo. O entendimento foi de que o brasileiro já está acostumado e adaptado ao horário e sua exclusão poderia gerar incômodo na população.

 

As reações nas redes sociais foram, em sua maioria, negativas e a presidência até planejou propor uma enquete virtual sobre a mudança.

 

O recuo também vem após ser divulgada a pesquisa em que a aprovação de Temer é de apenas 3,4%, um recorde histórico negativo. A avaliação foi de que não é o momento de alterar algo tão enraizado como o horário de verão.

 

perda de importância

A medida, que começou com o presidente Vargas em 1931, foi sendo adotada em períodos não consecutivos na metade do século passado. Hoje, o horário de verão vem sendo praticado no país, de forma ininterrupta, há 32 anos.

A redução no gasto de energia, calculada em R$ 159,5 milhões no ano passado, se deve ao fato de que o horário adiantado possibilita um maior uso da luz natural.

 

Porém, essa economia vem perdendo força nos últimos anos, por causa do aumento do uso de aparelhos de ar condicionado nesse período, que não são afetados com a mudança na hora.

 

como fica

Com a decisão do governo, a alteração no horário começa no dia 15 de outubro e vai até 19 de fevereiro do ano que vem. No início, os relógios devem ser adiantados em uma hora.

 

A mudança vale para os estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Estados do norte e nordeste, como de costume, mantem seus horários normais.[ads2]

Deixe uma resposta