Febraban libera pagamento de boletos vencidos em qualquer banco

Febraban libera pagamento de boletos vencidos em qualquer banco

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) em parceria com a rede bancária vai autorizar, a partir de março de 2017, o pagamento de boletos vencidos em qualquer uma das instituições bancárias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) em parceria com a rede bancária vai autorizar, a partir de março de 2017, o pagamento de boletos vencidos em qualquer uma das instituições bancárias.

Atualmente a população só pode pagar um boleto vencido no banco responsável pela emissão do mesmo, mas com a nova determinação isso não será mais preciso, porém o sistema que irá fazer a interligação ainda está em desenvolvimento.

A medida visa diminuir as fraudes e atraso nos pagamentos de boletos e também irá proporcionar mais comodidade e segurança para o consumidor, que muitas vezes paga com maior atraso por ter que ir até uma agência um pouco mais distante.

O projeto

O anúncio feito no início desta semana faz parte de um projeto que está em desenvolvimento há quase três anos. Ele permitirá que todo os boletos , quando emitidos, sejam registrados em uma única plataforma, mas isso acontecerá gradativamente até o final deste ano.

Em março será disponibilizado o sistema para pagamento de boletos com valor igual ou superior a R$ 50 mil. No mês de maio será a vez dos boletos acima de R$ 2 mil. Em julho haverá a implantação das faturas com valor acima R$ 1 mil e assim a cada dois meses serão inseridos novos valores até chegar em boletos de menor valor, com previsão para ser concluído até dezembro de 2017.

Com a inclusão da nova plataforma os bancos poderão ter maior controle sobre os boletos emitidos de forma que irá evitar fraudes, além de poderem filtrar melhor a emissão deles. Como não há registro de dados em muitos boletos, os bancos só sabem que ele foi emitido quando eles são pagos.

De acordo com a Febraban o número de boletos emitidos é bem alto, só em 2015 o país emitiu 3,7 bilhões de boletos em vendas de produtos ou serviços. Esse volume atraiu quadrilhas especializadas em desvios de recursos. Só em fraudes somaram um total de R$ 320 mil
Os benefícios

Para o consumidor o benefício será a comodidade de ter mais opções para pagamentos de boletos, principalmentes aqueles que moram em cidades de só tem uma agência de cada banco ou ainda nos município onde há somente um banco.

No geral essa nova plataforma vai exigir que todos os boletos sejam emitidos com o nome e CPF do pagador, data de vencimento, autorização para envio na residência e valor para pagamento, conforme determinação do Banco Central.

Para a Febraban a maior mudança proporcionada pelo novo sistema é que quando um cliente efetuar um pagamento de um boleto vencido, no mesmo momento será realizada uma consulta na plataforma com a finalidade de checar as informações nele contidas, obrigando a empresa emissora enviar seus dados para o banco inserir na plataforma.

No momento do pagamento essas informações serão comparadas e se houver divergência o pagamento será recusado e o consumidor deverá ir no banco emissor e este terá como checar se é um boleto válido ou se trata de uma fraude. Uma segurança tanto para quem paga como para os bancos.

Atualmente muitos boletos não são registrados em um sistema unificado, agora os emissores devem registrar no banco de relacionamento antes de enviar para o cliente pagar.

Com a nova plataforma haverá mudança também nos comprovantes de pagamento, eles serão mais completos contendo todas as informações detalhadas do pagamento como juros, multa, descontos entre outras. E ainda evitará inconsistência de pagamento e ainda identificará o CPF do pagador evitando assim esquema de lavagem de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *