Conheça os benefícios da Dieta Mediterrânea

Conheça os benefícios da Dieta Mediterrânea

Que tal descobrir como funciona a Dieta Mediterrânea e, ainda por cima, melhorar a sua saúde, consumindo mais alimentos saudáveis? Segundo estudos, a Dieta Mediterrânea é benéfica para o organismo não só por proporcionar perda de peso, mas também por fazer bem ao coração.

Ela pode ajudar a evitar ataques cardíacos, derrames e doenças cardiovasculares. Vale ressaltar que a dieta surgiu na região do mediterrâneo, com alimentos largamente consumidos nessa região da Europa. Contudo, caiu no gosto do brasileiro por inserir alimentos saudáveis no cotidiano, o que confere equilíbrio no preparo de pratos. [ads2]

Para lançar mão dela no dia a dia, alguns alimentos devem ser privilegiados no cardápio. Que tal descobrir quais são?

Para começar, o consumo de frutas é muito recomendado em refeições como os lanches da tarde, da manhã, durante a sobremesa e após o almoço. Os vegetais, por sua vez, são outro grupo de alimentos que devem fazer parte das refeições, de preferência, sendo preparados no vapor.

Por ser um ingrediente utilizado em muitas receitas oriundas do povo mediterrâneo (espanhóis, gregos e italianos, por exemplo), o tomate é frequentemente usado nas receitas da Dieta Mediterrânea. Presente em molhos e saladas, ele pode ser fartamente consumido no almoço e no jantar, bem como a salada verde, outro prato que adquiri importância nessa modalidade de dieta.

O peixe é outro alimento que pode ser consumido em diversas porções semanais nesse cardápio, principalmente, salmão, pescada, tilápia e sardinha. Dê preferência aos assados e ou grelhados.

A presença de grãos integrais de origem vegetal também deve ser diária, com alimentos como feijão, grão de bico e soja sendo utilizados no preparo dos pratos. Laticínios é outro grupo de alimentos que devem estar presentes na Dieta Mediterrânea, entretanto, devem-se consumir preferencialmente laticínios desnatados e queijos brancos.

Já os alimentos industrializados são evitados nessa dieta e devem ser ingeridos em pequenas porções semanais para evitar o consumo excessivo de sal, açúcar ou de aditivos químicos no cotidiano.

As castanhas são “queridinhas” nessa dieta por possibilitarem saciedade entre as refeições, podem ser misturadas aos pratos ou consumidas como um mix, durante o lanche. 

A ingestão de azeite de oliva também é sugerida, pois ele auxilia na manutenção do chamado bom colesterol. Dessa forma, A dieta mediterrânea possui alimentos fontes de vitaminas, minerais, ácidos graxos mono e poli-insaturados, fibras e antioxidantes, o que privilegia a saúde dos que consomem esses grupos alimentares. Para conhecer melhor o método, que tal ter sugestões de pratos a serem consumidos em cada refeição que seguem essa dieta?[ads2]

Café da manhã

Nessa refeição, podem ser consumidas frutas da estação, pão integral, café preto ou com leite e iogurte com mel.

Lanche da manhã e da tarde

Nessa refeição as frutas são indicadas por não terem alto índice calórico e serem muito saudáveis. Sucos naturais feitos a partir delas também são muito bem vindos.

Almoço

Peixe assado com ervas; arroz integral com orégano e cenoura ou um prato de massa integral com molho de tomate caseiro e alho; salada de folhas verdes. Sucos naturais são muito bem vindos para finalizar a refeição. Dica: Que tal fazer um almoço especial com filé de peixe grelhado, melão com presunto e suco natural de abacaxi ou mamão?

Jantar

Sopa de legumes com peixe ou frango ou porção de bruschetta de pão integral. Dica: Que tal misturar pão integral, creme de abobrinha, queijo cottage, omelete com nozes e mel para o prato ficar especial?

Ceia

Uma porção de fruta

Dica especial

Sanduíche mediterrâneo com:
– Duas fatias de pão integral
– Pedaço pequeno de queijo de cabra
– Azeite aromatizado com ervas e manjericão
– Tomate cereja picado
– Sal batido com orégano

Modo de preparo do sanduíche:[ads2]
Torre levemente as duas fatias de pão. Acrescente o azeite aromatizado e o queijo de cabra. Complete com tomate cereja e tempere com o sal. Descubra os benefícios da dieta mediterrânea

Que tal descobrir como funciona a Dieta Mediterrânea e, ainda por cima, melhorar a sua saúde, consumindo mais alimentos saudáveis? Segundo estudos, a Dieta Mediterrânea é benéfica para o organismo não só por proporcionar perda de peso, mas também por fazer bem ao coração.

Ela pode ajudar a evitar ataques cardíacos, derrames e doenças cardiovasculares. Vale ressaltar que a dieta surgiu na região do mediterrâneo, com alimentos largamente consumidos nessa região da Europa. Contudo, caiu no gosto do brasileiro por inserir alimentos saudáveis no cotidiano, o que confere equilíbrio no preparo de pratos.

Para lançar mão dela no dia a dia, alguns alimentos devem ser privilegiados no cardápio. Que tal descobrir quais são?

Para começar, o consumo de frutas é muito recomendado em refeições como os lanches da tarde, da manhã, durante a sobremesa e após o almoço. Os vegetais, por sua vez, são outro grupo de alimentos que devem fazer parte das refeições, de preferência, sendo preparados no vapor.

Por ser um ingrediente utilizado em muitas receitas oriundas do povo mediterrâneo (espanhóis, gregos e italianos, por exemplo), o tomate é frequentemente usado nas receitas da Dieta Mediterrânea. Presente em molhos e saladas, ele pode ser fartamente consumido no almoço e no jantar, bem como a salada verde, outro prato que adquiri importância nessa modalidade de dieta.

O peixe é outro alimento que pode ser consumido em diversas porções semanais nesse cardápio, principalmente, salmão, pescada, tilápia e sardinha. Dê preferência aos assados e ou grelhados.

A presença de grãos integrais de origem vegetal também deve ser diária, com alimentos como feijão, grão de bico e soja sendo utilizados no preparo dos pratos. Laticínios é outro grupo de alimentos que devem estar presentes na Dieta Mediterrânea, entretanto, devem-se consumir preferencialmente laticínios desnatados e queijos brancos.

Já os alimentos industrializados são evitados nessa dieta e devem ser ingeridos em pequenas porções semanais para evitar o consumo excessivo de sal, açúcar ou de aditivos químicos no cotidiano.

As castanhas são “queridinhas” nessa dieta por possibilitarem saciedade entre as refeições, podem ser misturadas aos pratos ou consumidas como um mix, durante o lanche. 

A ingestão de azeite de oliva também é sugerida, pois ele auxilia na manutenção do chamado bom colesterol. Dessa forma, A dieta mediterrânea possui alimentos fontes de vitaminas, minerais, ácidos graxos mono e poli-insaturados, fibras e antioxidantes, o que privilegia a saúde dos que consomem esses grupos alimentares. Para conhecer melhor o método, que tal ter sugestões de pratos a serem consumidos em cada refeição que seguem essa dieta?

Café da manhã

Nessa refeição, podem ser consumidas frutas da estação, pão integral, café preto ou com leite e iogurte com mel.

Lanche da manhã e da tarde

Nessa refeição as frutas são indicadas por não terem alto índice calórico e serem muito saudáveis. Sucos naturais feitos a partir delas também são muito bem vindos.

Almoço

Peixe assado com ervas; arroz integral com orégano e cenoura ou um prato de massa integral com molho de tomate caseiro e alho; salada de folhas verdes. Sucos naturais são muito bem vindos para finalizar a refeição. Dica: Que tal fazer um almoço especial com filé de peixe grelhado, melão com presunto e suco natural de abacaxi ou mamão?

Jantar

Sopa de legumes com peixe ou frango ou porção de bruschetta de pão integral. Dica: Que tal misturar pão integral, creme de abobrinha, queijo cottage, omelete com nozes e mel para o prato ficar especial?

Ceia

Uma porção de fruta

Dica especial

Sanduíche mediterrâneo com:
– Duas fatias de pão integral
– Pedaço pequeno de queijo de cabra
– Azeite aromatizado com ervas e manjericão
– Tomate cereja picado
– Sal batido com orégano

Modo de preparo do sanduíche:
Torre levemente as duas fatias de pão em seguida acrescente o azeite aromatizado e o queijo de cabra.

Complete com tomate cereja e tempere com o sal. [ads1]

Deixe uma resposta