Depois da greve funcionários dos Correios tentam normalizar entregas

 

Os Correios informaram  na data de hoje (9), que  as entregas devem ser normalizadas ainda esta semana, já que a greve dos correios que  teve duração de 12 dias terminou ontem (8) em todo território nacional. Por meio de nota a estatal divulgou que um levantamento realizado apontou que 99.85% dos funcionários estavam trabalhando normalmente.

[ads2]

 A decisão de retomar as atividades foi acatada pela grande maioria dos sindicatos representantes dos Correios.

 

De acordo com  a nota divulgada,  os Correios informaram que desde o início da paralisação foi estabelecido um esquema de trabalho de contingência para diminuir o impacto da greve. Para isso foi necessário realizar a contratação de mão de obra temporária e ainda fazer mutirão nos finais de semana.

 

Durante as negociações os Correios aceitaram  suspender a decisão de retirar as férias dos trabalhadores e prometeram judicializar o plano de saúde  até que a mediação com o TST seja concluída.

 

A Crise nos Correios

 

A crise econômica que  atingiu o país, não poupou a estatal e há cerca de dois anos  os Correios tem enfrentado uma crise econômica e por conta disso tentado de diversas maneiras reduzir os gastos e aumentar a lucratividade.

[ads2]

Os prejuízos dos Correios chegam a quase R$ 4 bilhões, sendo que 65% do montante se deve a despesas com funcionários.

 

Segundo a Fentect,  Organização que representa os trabalhadores,  é necessário que os Correios prove que pode  permanecer no mercado  como uma empresa de qualidade e lucrativa e ainda assim exercer seu papel social sem ter que mexer nos direitos dos funcionários.

 

Com a greve os funcionários garantiram não somente seus direitos, mas também a unificação do movimento sindical. Com isso foram deliberadas diversas ações para informar a sociedade em geral sobre a necessidade de manter os Correios  como uma empresa pública e assim evitar mais uma privatização.

[ads2]

veja também:  Aeronautas ameaçam paralisação na véspera do feriado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *