Coreia do Sul tem o melhor pão do mundo

Pão francês

Quando pensamos em um pão fresquinho, crocante por fora e macio por dentro, para compor a mesa do café da manhã, nossa imaginação nos submete às padarias francesas sim ou não?

Engana-se quem acredita que o pãozinho francês é o melhor do mundo. Dados de uma competição internacional de padeiros, que aconteceu na semana passada em Paris, apontaram que os padeiros sul coreanos são os melhores.

Eles venceram a Coupe du Monde de Boulangerie ( Copa do mundo de panificação) deixando os franceses numa situação constrangedora.  A França teve  que se contentar com o terceiro lugar , já que Taiwan ganhou a medalha de prata.

A derrota está difícil de ser engolida, isso porque  há cerca de dois anos os coreanos se tornaram conhecidos no país ao inaugurar uma rede de confeitaria sul-coreana chamada Paris Baguette com filiais em diversos estados franceses.

As Mudanças

A empresa além de levar o nome do país ainda usa no logo a Torre Eiffel e os seus funcionários usam roupas no estilo bretão (grupo étnico que habita a região da Bretanha na França).

A Coreia do Sul era um país que mantinha uma economia baseada na agricultura, há cerca de 50 anos  passou a ser industrial e o sucesso que pão vem fazendo nos últimos tempos é uma prova dessas mudanças.

O poder aquisitivo no local também vem subindo e isso faz com que as preferências alimentares de seus habitantes também mudem. Estudos indicam que o consumo de trigo  está aumentando enquanto o de arroz está caindo.

Essa alteração de costumes é resultado da importação de trigo, vindo dos Estados Unidos, que os sul-coreanos começara a fazer para suprir a necessidade de alimentos  que o país sofreu há mais de  40 anos.

Na Cozinha

Fotos BBC. Com

Nas  cozinhas outra evidência das mudanças que  a industrialização proporcionou. Os três padeiros vencedores são homens e há ainda programas na TV em que os chefes também são do sexo masculino, isso que dizer que cozinha não é mais lugar de mulher ou pelo menos não só delas. 

Muitos concuros  de cozinha são realizados entre homens. Um dos participantes K.H. Park em entrevista a rede BBC dissse  que sua mão jamais acreditaria se o visse cozinhando. “Quando eu era pequeno um menino não podia entrar numa cozinha” Conta ele.

Os pratos são na sua  maioria ocidentais, porém há uma tendência que leva os participantes a prepararem refeições de preferência mundial como pizzas, carnes e claro que não pode faltar pão francês.