Baleia Azul: Jogo virtual está com os dias contados

Baleia Azul: Jogo virtual está com os dias contados 

Baleia azul, o jogo do suicídio esta na mira das autoridades.. A polícia prendeu na manhã desta terça-feira (18), o pedreiro Mateus Moura, acusado de ser um dos curadores do jogo virtual Baleia Azul.

Ainda que os casos de tortura e suicídio dos integrantes do jogo, tenha esfriado um pouco nos noticiários,  a Operação Aquarius continua ocorrendo em 9 estados brasileiros, em pelo menos 20 cidades em cada um dos estados, para identificar e punir os curadores do Baleia Azul.[ads1]

Hoje (18) a Delegacia de Repressão ao Crimes de Informática colocou em prática diversos mandados de prisão  e de busca e apreensão dos pertences de alguns suspeitos de envolvimentos no jogos de tortura, o que resultou na primeira prisão acontecida no Estado do Rio de Janeiro.

Com a prisão de Mateus Moura  a polícia espera chegar até os outros suspeitos de  envolvimento nos crimes virtuais.

De acordo com informações do site do Jornal O Dia, o pedreiro confessou ser um dos curadores do Baleia Azul. Segundo o depoimento que ele  deu na delegacia e também baseados nos objetos encontrados em sua residência, ele usava diversas estratégias de atração para motivar os jovens, com idade entre 08 e 15 anos, a aceitar as condições do jogos.[ads1]

Desta maneira ele manipulava  esses adolescentes que  se torturavam e alguns chegaram ao suicídio.

Segundo a polícia Mateus estava sendo investigado desde o início deste ano, numa investigação no qual os agente precisaram se infiltrar nos grupos para entender como a manipulação acontecia. Contudo algumas vítimas também entraram em contato com a delegacia para registrar queixa.

Segundo Daniela Terra , Titular da DRCI em entrevista ao Jornal o Dia, não se sabe ao certo quantas pessoas, que denunciaram o jogo, foram aliciadas pelo pedreiro, mas ele confessou ter atraído no mínimo 30 adolescentes.[ads2]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *