Anvisa registra teste de farmácia para identificar HIV

Anvisa registra teste de farmácia para identificar HIV

A Anvisa (A Agência Nacional de Vigilância Sanitária) registrou na última segunda-feira (15), o primeiro teste de farmácia para identificação do vírus HIV. O produto poderá ser usado pelo público em geral e será comercializado em farmácias e drogarias.[ads2]

O autoteste será vendido no Brasil com o nome de Action tendo como empresa responsável Orangelife Comércio e Indústria.

O teste funcionará com coleta de sangue, semelhante ao que hoje é usado para medir a glicose em diabéticos ou em casos de suspeita da doença. A informação está na documentação do processo de registro.

A pessoa que fizer o teste verá o resultado em forma de linhas que indicarão se há ou não contaminação pelo vírus HIV. O resultado apresenta a presença de anticorpo do vírus. O teste mostra o resultado (positivo ou negativo) num tempo estimado que vai de 15 a 20 minutos e funciona para todos os subtipos de vírus que podem provocar a AIDS

Esse teste funciona mesmo?[ads2]

De acordo com a Anvisa o teste de farmácia foi aprovado porque demonstrou uma sensibilidade efetiva de 99.9%, mas só é capaz de identificar a presença dos anticorpos após 30 dias da exposição, ou seja, quem suspeitar de algo deve aguardar esse prazo ou repetir depois deste período.

O tempo é necessário para que organismo comece produzir anticorpos num nível considerado suficiente para que o autoteste seja realizado e consiga detectá-los. Caso acha uma nova situação de exposição é necessário realizar o teste novamente.

Se o paciente fizer o autoteste e o resultado seja negativo é recomendável a realização de um novo teste após 30 dias e assim consequentemente até completar um ciclo de 120 dias, isto quer dizer que durante todo esse período o paciente estará sob investigação. Se houver nova exposição o ciclo recomeça

Já para o resultado positivo a orientação é buscar um serviço médico para confirmação com teste de laboratório e se for o caso iniciar o tratamento.[ads2]

 

Deixe uma resposta