Senado deve votar nesta terça sobre afastamento de Aécio

Decisão do Senado deve proteger Aécio Neves

 

Senado deve votar nesta terça sobre afastamento de Aécio
Decisão do Senado deve proteger Aécio Neves

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

 

O Senado deve votar nesta terça (03) para decidir se a Casa mantém ou não a decisão do STF de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) de seu mandato.

 

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) afirmou que a decisão será feita na terça-feira visto que os senadores aprovaram regime de urgência para o caso. Aécio foi afastado de seu mandato na última terça-feira (26). Além disso, o STF determinou o recolhimento noturno do tucano.

 

apoio dos colegas[ads2]

Tanto senadores de oposição quanto de situação deram mostras que vão defender o colega. Segundo eles, não é uma questão de corporativismo, mas sim de defesa da Constituição, já que o Supremo não teria essa prerrogativa. O PT, principal rival político de Aécio, já se posicionou contra a ação do STF.

 

Há divergências, tanto na Casa quanto no meio jurídico, se o Supremo está autorizado a realizar este tipo de medida.

 

encontro entre poderes

Na manhã desta segunda, a presidente do STF, Carmén Lúcia, se reuniu com o presidente do Senado para avaliar o tema e minimizar os atritos entre os poderes.

 

A presidente marcou para o próximo dia 11 o julgamento de uma ação que permite que o Congresso reverta, em até 24h, decisões como suspensão do mandato e recolhimento noturno. Em conversas reservadas, ministros afirmaram que era possível que o Supremo reconhecesse essa prerrogativa do Congresso.

 

Nos bastidores, se articulava para que o Senado aguardasse essa decisão do Supremo para, assim, evitar conflitos. Entretanto, a pressão dos senadores fez com que a decisão seja votada nesta terça.

 

voto secreto

Há conversas de bastidores de que os Senadores desejam fazer a votação de forma secreta, ao contrário do que aconteceu com o ex-senador Delcídio do Amaral. A medida seria para “blindar” os políticos de mais desgaste com a opinião pública.

 

troco[ads1]

Colunistas de Brasília afirmaram que os senadores estariam pressionando o comando da Casa para dar uma espécie de “troco” no STF.

 

Segundo fontes próximas ao Congresso, alguns políticos teriam solicitado para que a presidência do Senado paute pedidos de impeachment de ministros do Supremo como Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux e Gilmar Mendes.

Deixe um comentário