A natureza dos Seres Humanos – Entendendo a dimensão material e imaterial dos seres humanos

Como os seres humanos são descritos na Bíblia

O conteúdo deste post é baseado no livro de Norman Geisler – Teologia Sistemática – Pecado e Salvação

Para compreensão das doutrinas do pecado e da salvação, a natureza dos seres humanos é de suma importância , atrás somente da natureza de Deus, que é a sua origem . A natureza será alisada tanto no seu estado original criado, quanto na sua condição posterior a Queda.

Alma; Espírito; Coração; Mente; Homem interior; Corpo; Carne; Vaso de barro; Casa Terrestre; Homem Interior.

Os seres humanos são descritos por diversos termos na Bíblia. Alguns se referem a dimensão espiritual e, outras à física, e outras, ainda, às duas.

Os seres humanos apresentam uma dimensão interior ( imaterial) e uma exterior (material).

A primeira é denominada de alma ( ou espírito) e a segunda de é normalmente denominada de corpo.

Alma

Ao contrário do uso popular, o termo alma ( hebraico: nephesh e grego: psuche) é normalmente utilizado na Bíblia para se referir a mais de uma dimensão espiritual dos seres humanos; e, às vezes o corpo chega a estar incluído nele ( Ex. Gn 2,7; Sl 16,10)

Alma distinto do corpo: Gn 35,18; fala da alma deixando o corpo no momento da morte Ts. 5,23 Diferencia a alma do corpo

Ap 6,9 Fala do alma separado do seus corpos no céu.

Basicamente a palavra alma significa “vida” ela se refere ao principio da vida do ser humano. Às vezes a palavra chega a se referir a um corpo falecido (Ex. Lv 19,28; 21,1; 23,4), da mesma forma que falamos de um ente querido que faleceu como tendo sido uma “boa alma”.

Espírito

Apalavra Espírito ( hebraico: ruach e Grego: pneuma) quase sempre se refere

à “ dimensão imaterial do ser humano.” Ela é normalmente, utilizada de forma intercambiável com a palavra alma, conforme vemos em vários versículos (Ex. Lc 1,46). O corpo sem a alma está morto ( Tg 2,26); No momento da sua morte, Jesus “ inclinou a cabeça, e entregou espírito” ( Jo 19,30).

O Espírito é imaterial, pois Jesus disse aos discípulos: “ E Ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que sobem tais pensamentos ao vosso coração? Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo: tocai-me e vede, pois um Espírito não tem carne nem osso, como vede que eu tenho” ( Lc 24, 38-39). Na verdade o Deus invisível “ é espírito” e deve ser adorado “ em espírito e verdade”. (Jo 4,24)

Coração

O termo coração ( hebraico: leb e grego: kardia) apresenta um significado mais amplo do que o entendimento comum, às vezes incluindo a mente. Provérbios, por exemplo, fala de uma pessoa que “imagina em sua alma” (ARC), literalmente, ” pensa em seu coração” (23,7).

Essencialmente, coração, se refere à totalidade do ser interior; e dele que brota a fé verdadeira, pois, para ser salvo precisamos “crer no coração” (cf Rm 10,9), O coração é o instrumento com o qual adoramos a Deus, conforme a seguinte exortação que recebemos: “Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder”( Dt 6.5).

O coração é também a sede da maldade humana. O próprio Jesus confirmou que “pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca” (Mt 12,34). O profeta disse: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” (Jr18,9). Em suma, de uma forma ou de outra, o coração é o reflexo da totalidade do nosso ser interior.

Deixe um comentário